Uma boa iluminação propicia a visualização do ambiente de trabalho e permite que as pessoas vejam, se movam com segurança e desempenhem tarefas visuais de maneira eficiente, precisa e segura, sem causar fadiga visual e desconforto. 

Ao realizar o trabalho de preparação de superfície, aplicação do revestimento ou inspeção, é importante que haja iluminação adequada no local de trabalho.

Para a inspeção, A ILUMINAÇÃO ADEQUADA é um elemento chave. Você não pode inspecionar o que não pode ver. Se você não pode ver, não pode inspecionar! A iluminação é particularmente crítica ao avaliar a limpeza da superfície ou o revestimento aplicado, visto que é um ponto de verificação para inspeção visual. Portanto, é importante entender como a luz é medida e o que é considerado “adequado”. A iluminação pode ser natural, artificial ou uma combinação de ambas.

 

NORMAS UTILIZADAS PARA ILUMINAÇÃO

Existem diversas normas para iluminação industrial. O foco aqui será a SSPC-Guide 12, uma norma específica para iluminação de projetos de pintura industrial, mas antes farei um resumo de algumas normas nacionais.

 

NORMAS NACIONAIS

ABNT NBR 5461 Iluminação — Terminologia

Esta Norma define termos relacionados com radiações, grandezas, unidades, visão, reprodução das cores, colorimetria, emissão, propriedades ópticas dos materiais, medições radiométricas, fotométricas, colorimétricas, detectores físicos, efeitos actínicos da radiação óptica, fontes de luz, componentes de lâmpadas e dispositivos auxiliares, luminotécnica, iluminação diurna, luminárias e seus componentes, sinalização visual e suas aplicações.

Norma Regulamentadora 17 (NR-17) Ergonomia

A NR-17 determina que os locais de trabalho devem respeitar níveis mínimos de iluminação. A versão de 2021 informa que em todos os locais e situações de trabalho internos, deve haver iluminação em  conformidade com os níveis mínimos de iluminamento a serem observados nos locais de trabalho  estabelecidos na NHO 11–2018.

Norma de Higiene Ocupacional NHO 11 — Avaliação dos níveis de iluminamento em ambientes internos de trabalho

A NHO 11 (2018) estabelece critérios e procedimentos para a avaliação dos níveis de iluminamento indicando parâmetros quantitativos e qualitativos no âmbito da iluminação interna dos ambientes de trabalho, voltados à segurança e ao desempenho eficiente do trabalho a ser realizado. 

A NHO 11 (2018) apresenta os requisitos relacionados aos instrumentos de medição, calibração dos instrumentos e um conteúdo mínimo para a elaboração de relatórios técnicos. A NHO 11 apresenta anexos para auxiliar os usuários na análise preliminar dos ambientes de trabalho e verificação de inconsistências no sistema de iluminação e apresenta um exemplo prático de aplicação da norma.

NBR ISO/CIE 8995–1 Iluminação de ambientes de trabalho — Parte 1: Interior

A NBR ISO/CIE 8995–1 não é uma norma nacional, mas tem a versão em português. Esta norma cancela e substitui as normas ABNT NBR 5413: Iluminância de interiores e a ABNT NBR 5382 Verificação de iluminância de interiores.

A NBR ISO/CIE 8995–1 especifica os requisitos de iluminação para locais de trabalho internos e os requisitos para que as pessoas desempenhem tarefas visuais de maneira eficiente, com conforto e segurança durante todo o período de trabalho.

 

NORMAS INTERNACIONAIS

ANSI/IES RP-7 Lighting Industrial Facilities

É uma norma completa e abrange diversas áreas. A ANSI/IES RP-7 serve como guia e ferramenta educacional para o projeto de sistemas de iluminação instalados permanentemente para instalações industriais. Os tipos de áreas industriais abordados na norma incluem, mas não estão limitados a: áreas classificadas (“perigosas”), atmosferas úmidas e corrosivas, áreas de alta e baixa temperaturas, salas limpas, processamento de alimentos e medicamentos, armazém e armazenamento, inspeção, montagem de componentes, usinagem e fabricação de metais, moldagem, salas de controle, montagem eletrônica e áreas industriais externas.

SSPC-Guide 12 Guide to Illumination of Industrial Coatings Projects

O SSPC-Guide 12 é específica para projetos de pintura industrial e fornece informações sobre o uso de iluminação que conduz a uma preparação de superfície de qualidade e aplicação de revestimento, produtividade, inspeção e controle de qualidade e prevenção de acidentes.

Este Guia contém descrições de vários tipos de iluminação necessários quando existem riscos e condições operacionais específicos, bem como recomendações para níveis de iluminação ao executar tarefas específicas, como preparação de superfícies, aplicação de tintas e inspeção. O guia também inclui recomendações para níveis de iluminação em áreas de trabalho gerais e em áreas de preparação do projeto, onde existem riscos físicos, tais como perigos de escorregamento ou grande movimentação de equipamentos existentes.

O SSPC-Guide 12 descreve os requisitos mínimos e recomendados de iluminação para várias operações em um projeto de pintura. Eles estão listados abaixo na tabela. Além disso, a instrumentação usada para avaliar a adequação da iluminação também é descrita no Guia. O termo “pé-vela” (Foot Candle) indica a quantidade de luz emitida por uma vela a 12 polegadas (e perpendicularmente) da fonte de luz; o termo “Lux” ou “Luxímetro” indica a quantidade de luz emitida por uma vela a 1 metro de distância (e perpendicular) da fonte de luz.

Luxímetro para Medição da Intensidade da Luz

Um medidor de luz padrão é usado para avaliar a quantidade predominante de iluminação em uma área. Existem vários modelos disponíveis e seu uso é direto. Basta ligar o medidor de luz e selecionar as unidades de saída (Lux ou FC — Foot Candle). O visor do instrumento indicará a quantidade de luz que chega à fotocélula. Compare a leitura na tela com os requisitos da especificação do projeto (ou do SSPC-Guide 12) para o tipo de operação que está sendo executada. Você deve obter pelo menos cinco medições para garantir que a iluminação seja uniforme em toda a área.

Além disso, a especificação do projeto pode exigir uma iluminação mínima para as atividades de preparação e inspeção da superfície. Os níveis mínimos e recomendados de iluminação (com base nas operações em andamento) são fornecidos no SSPC-Guide 12.

RESUMINDO

Antes de iniciar o trabalho, primeiro, deve ser feita uma avaliação do local para determinar se existe uma atmosfera perigosa. A condição da atmosfera durante o trabalho também deve ser considerada. Todos os equipamentos de iluminação precisam ser projetados para o ambiente de trabalho pretendido, principalmente em locais onde a preparação de superfície está sendo realizada. 

A iluminação adequada pode aumentar a produtividade e proporcionar um ambiente de trabalho seguro. Quando os trabalhadores podem ver o que estão realizando, a quantidade de retrabalho pode ser reduzida. Além disso, a qualidade do trabalho pode ser melhor avaliada sob iluminação adequada. 

Mesmo com iluminação adequada, determinar visualmente se o grau de limpeza alcançado pelo prestador de serviços atende ou excede o nível mínimo exigido pela especificação do projeto é talvez o ponto de verificação para inspeção mais difícil. Embora já existam instrumentos que possam ser colocados na superfície para indicar o nível de limpeza da superfície atingido, o instrumento mais usado para inspecionar é o olhar do inspetor.

LEMBRE-SE: você não pode inspecionar o que não pode ver… então, se você não pode ver, não pode inspecionar!

0

Leave a Reply

Your email address will not be published.